3 insights para lançar uma intranet com UX

3 insights para lançar uma intranet com UX

Nestes tempos em que a experiência dos funcionários está em primeiro lugar, lançar uma intranet corporativa com design centrado no usuário nunca foi tão importante. Os líderes acreditam erroneamente que o segredo para projetar a tecnologia incomparável do local de trabalho está nos gráficos atrativos ou nos recursos mais modernos. A verdade simples é que uma experiência do usuário (UX) superior se resume a descobrir o que mais importa para os usuários finais.

Os primórdios das intranets corporativas e o surgimento da UX

Quando as intranets começaram, em meados da década de 1990, as soluções deixavam muito a desejar. A maioria das plataformas eram sites rudimentares e estáticos que serviam principalmente como repositórios de documentos. Devido ao alto nível de competência tecnológica associada à manutenção, muitos projetos foram totalmente gerenciados pelo departamento de TI, com pouco ou nenhum espaço para sugestões dos usuários finais.

Ao mesmo tempo, o conceito de experiência do usuário, ou UX, começou a surgir. Don  Norman, cofundador do grupo Nielsen Norman, foi um dos primeiros a mencionar o termo, em um artigo publicado em 1995. Nos anos seguintes, a ISO, Organização Internacional de Normalização, definiu a experiência do usuário como:

“As percepções e respostas de uma pessoa que resultam do uso ou uso antecipado de um produto, sistema ou serviço.”

A tecnologia do consumidor planta as sementes para a mudança

De redes sociais a smartphones, a inovação digital acelerou rapidamente ao longo das últimas duas décadas. Do lado do consumidor, líderes experientes voltaram-se para os modernos recursos para otimizar a jornada do cliente.

Para compreender o poderoso papel que a tecnologia de próxima geração desempenha na melhoria da experiência do consumidor, basta olhar para a Amazon. Grande parte da ascensão sem precedentes da gigante do comércio eletrônico é devido a seu compromisso de criar uma jornada de compra perfeita. Por meio de recursos de busca semelhantes aos do Google, sistemas de recomendações e serviços sob demanda, a Amazon cultiva interações de alto nível do início ao fim.

Embora os produtos personalizados e a recompensa instantânea tenha se tornado marcas distintivas das experiências digitais do consumidor, a tecnologia do local de trabalho evoluiu lentamente no início. Uma pesquisa da Deloitte descobriu que apenas 38% dos trabalhadores declararam que se sentem satisfeitos ou muito satisfeitos com as ferramentas do local de trabalho. A mesma pesquisa indicou que as empresas que esforçaram adicional por seus funcionários, alcançaram ganhos significativos, incluindo uma taxa de satisfação do consumidor 12% maior e um crescimento mais elevado das receitas.

Os benefícios da UX na era da experiência do funcionário

Após anos em segundo plano, a experiência dos funcionários está finalmente assumindo o centro das atenções. Entre as empresas globais, 81% agora têm o assunto como tem a dominante na discussão entre executivos de liderança. Como resultado, muitas empresas estão reavaliando sua tecnologia no local de trabalho para garantir que as experiências digitais dos funcionários correspondam ao que se habituaram a experimentar como consumidores.

Por se concentrarem na boa experiência do usuário no lançamento e atualização da tecnologia do local de trabalho, as empresas desfrutam de vários benefícios fundamentais. Os níveis de resultados aumentam porque a navegação é mais intuitiva, e o tempo de pesquisa diminui. Ao mesmo tempo, a comunicação melhora por meio da segmentação de conteúdo e da funcionalidade social incorporada.

A mudança para o design centrado no usuário para melhorar a UX

Sem uma UX sólida, os usuários finais geralmente não tiram o máximo proveito da tecnologia digital do local de trabalho. Muitos líderes lutam para desvendar o segredo de uma boa UX, mas isso é algo reveladoramente simples: descobrir o que os usuários finais querem e recriar a UX.

Em vez de tentar adivinhar o que os funcionários podem procurar em uma plataforma de intranet corporativa, os líderes podem utilizar o design centrado no usuário (UCD) para criar o tipo de experiência que os usuários finais desejam. O UCD é uma coleção de processos que colocam as preferências do usuário à frente de todo o projeto e desenvolvimento do produto. De acordo com a Interaction Design Foundation, isso inclui quatro princípios distintos:

1º — Compreender o contexto em que os usuários utilizarão um sistema;

2º — Identificar e especificar os requisitos do usuário;

3º — Projetar uma solução de acordo com os requisitos do usuário;

4º — Avaliar como uma plataforma está sendo executada com base nesses requisitos.

Três vantagens para melhorar a UX de sua intranet corporativa

A aplicação de princípios de UCD a seu projeto de intranet corporativa abrirá caminho para uma UX de melhor qualidade. Mas o que podem fazer os líderes para colocar essas práticas em ação? Considere os seguintes pontos de partida:

1º — Ouça seus usuários finais

A única maneira de descobrir o que seus funcionários buscam em uma plataforma de intranet corporativa é perguntando a eles. O UCD lida com a coleta de informações aprofundadas sobre os hábitos dos usuários a partir de suas visões de o que a solução deve oferecer às características com que mais se preocupam. Use as informações de grupos de foco, questionários e entrevistas para criar uma visão orientada da plataforma com base nas solicitações dos funcionários.

Coleta de feedback sobre práticas recomendadas de UX para a intranet

2º — Traga o conhecimento de todos os departamentos

O lançamento de uma nova intranet corporativa está longe de ser uma missão para apenas uma pessoa. Com os objetivos do projeto, as personas dos funcionários e o feedback em mãos, aborde o processo de projetar de forma colaborativa. Recorra às comunicações internas para conceber estratégias de mensagens interessantes, coloque o RH no controle de sua integração e deixe a TI à disposição para oferecer conhecimentos e suporte contínuos. Como um processo iterativo, o UCD só é obtido quando as equipes se reúnem para resolver problemas e inovar.

Integração de práticas recomendadas para a UX da intranet corporativa

3º — Mantenha aberta a porta para o feedback

As oportunidades de receber informações dos funcionários não deve parar no dia em que sua intranet corporativa for lançada. O UCD é um processo cíclico: os líderes devem monitorar continuamente como sua plataforma está se saindo, elaborar novas soluções e avaliar como elas são recebidas. Incentive os funcionários a compartilhar suas observações, envie regularmente pesquisas de pulso e inclua um formulário para feedback na página inicial da intranet. Use análises como taxas de utilização da intranet, comentários e reações sociais e tendências de adoção para complementar o feedback dos funcionários durante os processos de avaliação.

Compartilhe!

Deixe uma resposta